Os vices de 1975 e 1985

Nesses dois anos a Portuguesa sagrou-se vice-campeã paulista perdendo para o São Paulo na final. Após disputar 32 jogos, em um campeonato inchado e muito longo, Lusa e Tricolor decidiram o certame em duas partidas no Morumbi. A primeira partida foi marcada pela vitória são-paulina por 1×0, com um gol de Pedro Rocha no final da primeira etapa. Já no segundo jogo, a Lusa venceu no tempo regulamentar com um gol de Enéas aos 31 minutos. A decisão foi para a prorrogação e consequentemente para os pênaltis, onde prevaleceu a experiência e o preparo físico dos tricolores, sem contar com a catimba do goleiro Valdir Perez.

Lusa: Zecão, Cardoso, Mendes, Calegari, Isidoro, Badeco, Dicá, Antônio Carlos, Enéas, Tatá e Wilsinho.

Já em 1985, a Portuguesa teve de se contentar com o vice-campeonato mesmo tendo feito mais pontos que o São Paulo ao final do certame. A Lusa totalizou 52 pontos contra 51 do Tricolor. Vale lembrar que a Portuguesa só perdeu 4 partidas das 36 disputadas no campeonato, vencendo o primeiro turno e ficando em segundo lugar no segundo. As duas partidas da final foram vencidas pelo São Paulo, 3×1 e 2×1. Vale lembrar que os dois jogos finais foram marcados por muita polêmica e fortes indícios de influência da arbitragem no resultado das partidas.

Lusa: Serginho, César, Luís Pereira, Eduardo, Albéris, Célio, Toninho, Edu Marangon, Toquinho, Luís Muller e Esquerdinha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s